Custos de compra

Como calcular os custos de compra

Para garantir que fique ciente dos prováveis custos envolvidos, dividimos os custos em duas categorias: serviços profissionais e impostos locais de transação.

PRESTADORES DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS

Normalmente incluiem um advogado, um avaliador e talvez até um consultor fiscal especializado ou um consultor de gestão de bens. Os honorários dos advogados são geralmente cerca de 1% do preço de compra acordado sobre a propriedade, no entanto, este acordo tem lugar entre o comprador e o advogado nomeado. A taxa do avaliador vai depender do tamanho e tipo de propriedade a avaliar e a extensão e detalhe da avaliação a efetuar. No entanto, uma avaliação típica custará entre 400€ e 700€. O custo de um consultor de gestão de bens dependerá do volume de bens a gerir.

TAXAS DE TRANSAÇÃO LOCAL

IMT

Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis. Este imposto é cobrado ao comprador imediatamente antes da assinatura da escritura pública final, com um valor que varia entre 2% a 8%, em propriedades compradas por menos de 550.836€, que é compensado por um valor fixo dedutível. Propriedades secundárias avaliadas por mais de 550.836€ estão sujeitas a uma taxa fixa de 6%. Prédios urbanos estão sujeitos a uma taxa de 6,5%. Prédios rurais estão sujeitos a uma taxa de 5%. No entanto, no caso em que uma propriedade seja comprada por menos do que o valor patrimonial, o IMT será taxado pelo valor mais alto (ou seja, o valor patrimonial). Por favor clique no link para visualizar a tabela de IMT.

IMposto de Selo

Pago pelo comprador e cobrado na escritura sobre 0.8% do valor de compra.

Preço da escritura

195.59€ para uma compra superior a 200.000€

IMI

IMI - Imposto Municipal sobre Imóveis. IMI é um imposto anual cobrado a todas as propriedade em Abril, Junho e Setembro (referindo ao ano anterior). As taxas do IMI variam consoante o concelho e tipo de propriedade, calcula-se com um índice no ano de construção, área de construção, localização e amenidades – entre 02% e 0.5% para as propriedades que receberam o processo de reavaliação recentemente e um mínimo de 0.8% para todas as outras propriedades.

Na área do concelho de Loulé, esta taxa está a 0,3% do valor tributável. As pessoas que compram uma propriedade como residência principal, podem ter algumas isenções e pagam esta taxa durante um determinado período de tempo, de acordo com a legislação em vigor. O IMI é calculado com o valor tributável da propriedade atribuída pelas finanças, usando a formula VPT = VC x A x Ca x CI x Cq x CV

VPT = Valor tributável

VC = Valor da Construção por metro quadrado fixado pelas finanças

A = Área Bruta de Construção

CA = Uso Registrado da propriedade, por exemplo comercial ou residencial.

CI = Localização da propriedade onde o coeficiente é fixado a cada três anos pelo município e pode variar entre 0.4 e 3.5

Cq = Indicadores de qualidade e conforto que aumenta ou diminui o valor e toma em consideração o número de andares na casa, se tem ou não uma piscina e até a existência de um elevador.

Cv = Determina a idade da propriedade, quanto mais recente a casa for, mais alto fica o coeficiente.

AIMI

Recentemente introduzido, o AIMI é um imposto municipal adicional cobrado sobre imóveis e terrenos para construção. Uma taxa aplicável de 0,7% é cobrada sobre o Valor Patrimonial Tributário (VPT) maior do que 600.000€, mas menor que 1.000.000€. No caso em que o valor patrimonial seja superior a 1.000.000€, o nível de imposto aplicado aumenta para 1%. O nível de tributação só se aplicará aos níveis em excesso.

Por exemplo:

Um indivíduo que possui uma propriedade com um valor patrimonial de 550.000€ ficará isento de AIMI e só será aplicado o IMI padrão de 0,3% sobre o VPT.

Um indivíduo que possui uma propriedade com um valor patrimonial de 850.000€ será taxado da seguinte forma: 850.000 – 600.000€ = 250.000€ x 0,7% = 1.750€ de AIMI + (600.000€ x 0,3% = 1.800€ de IMI) AIMI + IMI = 3.550€ imposto total a liquidar.

Um indivíduo que possui uma propriedade com um valor patrimonial de 1.100.000 € será taxado da seguinte forma: 1.100.000 – 600,000€ = 500.000€ x 0,7% = 3.500€ de AIMI + (600.000 x 0,3% = 1.800€ de IMI) AIMI + IMI = 5.300€ imposto total a liquidar.

Um indivíduo que possui mais do que uma propriedade, cujos valores patrimoniais combinados excedam 600.000€, será taxado com base no mesmo princípio exemplificado acima.

Propriedades estruturadas em empresas nao domiciliadas em zonas da lista negra, sao tributados a 0,4% sobre o valor patrimonial total.

Propriedades de uma empresa registada em território em lista negra serão taxadas a 7,5%, tanto de IMI como de AIMI.

 

Contactos